segunda-feira, 21 de janeiro de 2013


A carta:
"Essa é a história da primeira e ultima vez que me apaixonei, pela linda, complicada e fascinante mulher que habita a minha alma. Tenho certeza que você vai me deixar amanhã, então … Vou dizer isso enquanto ainda tenho chance. Estando juntos ou não, você sempre vai ser a mulher da minha vida. O único homem que eu vou sempre invejar, vai ser aquele que tiver o seu coração, pois sempre acreditei que é meu destino ser este homem. Se nunca nos virmos de novo, e você estiver andando … E sentir uma certa presença ao seu lado, serei eu, amando você onde quer que eu esteja."

(Ironias do amor.)
Postar um comentário