quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Sempre em nossas memórias...


Nossas diversas brincadeiras.
Nossas palhaçadas.
Nossos momentos de loucuras...
Momentos de intrigas e  fazer biquinhos, de morrer de rir, 
de morder, beliscar, de bater...
Com você eu cresci, mas não perdi o meu lado menininha de ser, você me faz rir 
que nem criança  em certos momentos.
Pra falar a verdade parecemos duas crianças quando damos nossos ataques 
de brincadeiras, o que é ótimo.
Quero que entre nós dois sempre haja isso. 
Brincadeiras, risos, diversão e muito mais, não precisamos ficar sérios em todos os momentos,
podemos sempre dar nossos ataques de vez em quando e nos divertir...
(Drielli Coelho.)
Postar um comentário